• Português
  • Espanhol
  • Inglês

Orientações gerais durante a viagem para outro país

Identificação

Carregue com você os seus documentos de identificação, com informações de contatos pessoais, tipo sanguíneo, se é portador de alguma doença ou condição que exija particular atenção como alergias, diabetes ou outras.

Cuidados básicos nos passeios

Recomendações:

Ingira líquidos constantemente para evitar a desidratação.

Use repelentes quando houver necessidade.

Use roupas e calçados confortáveis.

Para se proteger do sol, use roupas claras e de tecidos leves e ventilados, chapéu ou boné e óculos escuros. 

Evite a exposição direta ao sol entre 10 horas da manhã e 4 horas da tarde.

Use protetor solar com fator de proteção adequado à cor da sua pele, mesmo em locais mais frios, de acordo com as orientações do fabricante.

Lave as mãos com água e sabão várias vezes ao dia, principalmente antes de ingerir alimentos, após utilizar transportes públicos, visitar mercados ou locais com grande fluxo de pessoas. 

Evite consumir alimentos cujas condições higiênicas de preparo e acondicionamento são duvidosas.

Cuidados com alimentos e bebidas

Fique atento à temperatura dos alimentos expostos à venda.

Prefira alimentos que contenham baixo teor de açúcares, gorduras e sal.

Beba bastante líquido, preferencialmente água mineral ou suco.

Evite alimentos crus ou mal cozidos, principalmente os frutos do mar.

Alimentos embalados devem conter a identificação do fabricante e data de validade no rótulo e a embalagem deve estar íntegra.

Durante o turismo rural, dê preferência aos alimentos que podem ficar sem refrigeração e que não estraguem com o calor.

Em caso de diarreia e vômitos decorrentes da ingestão de alimentos e bebidas, tome cuidado com a desidratação. Lembre que as bebidas esportivas não compensam corretamente as perdas e não devem ser utilizadas para tratamento de doença diarreica.


Para mais informações sobre cuidados com a alimentação, consulte recomendações da Organização Mundial da Saúde.

Prevenção de violências

A situação geral de segurança varia muito no mundo e cada país tem diferentes condições e riscos. Em alguns destinos a criminalidade é muito baixa e as pessoas podem viajar observando precauções normais de segurança. Em outros, a cautela deve ser maior e há aqueles em que pode haver graves riscos de segurança.

Para fazer uma viagem consciente, acesse aqui as informações disponíveis sobre cada país. O Itamaraty recomenda 5 níveis distintos de segurança e a classificação de cada país em uma das categorias é feita pela área consular do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Para isso, são levados em conta relatos da Rede Consular brasileira sobre as diferentes realidades locais, eventual identificação de casos de violência, ameaças à saúde ou ao bem-estar de turistas e quaisquer outros problemas estruturais que possam  afetar os viajantes, incluindo diferenças culturais, sociais ou políticas com impacto real na vida do estrangeiro. Critérios objetivos, como a existência de Consulado ou Embaixada do Brasil no país, ameaças bélicas, recorrência de catástrofes naturais na região e deficiências na infraestrutura também são considerados. Anualmente esta classificação é revisada e pode também ser alterada excepcionalmente diante de situações excepcionais. 

 

Crimes, com diferentes graus de violência, ocorrem em qualquer lugar do mundo. Durante viagens ao exterior, os brasileiros devem permanecer atentos e agir com cautela, independentemente do destino escolhido. A maior parte dos crimes não violentos, como furtos e roubos, pode ser evitada tomando-se precauções normais de segurança, com atenção redobrada a pertences pessoais e a movimentações estranhas em lugares públicos. Em caso de ocorrência de crimes com vítimas, devem contatar imediatamente as autoridades policiais locais e a Embaixada ou Repartição consular do Brasil mais próxima. 

 

Vítimas de crimes

Caso seja vítima de um crime no exterior, o cidadão brasileiro deverá adotar as seguintes providências:

a) consultar um médico, se necessário;

b) dirigir-se imediatamente à autoridade policial mais próxima e registrar boletim de ocorrência, com as seguintes informações: data, local e hora do incidente, perdas materiais e lesões corporais da agressão ou crime (fornecendo todos os elementos úteis ao inquérito); descrição física do autor, tipo e cores de vestimenta, sinais particulares, modelo, cor e número de placa do automóvel, se for o caso;

c) informar a Representação diplomática ou Repartição consular do Brasil sobre sua situação.


Emergências de segurança

Em caso de falecimento, hospitalizações ou emergências de segurança graves envolvendo cidadãos brasileiros no exterior, consulte as informações disponíveis aqui.

Consulte as dicas de segurança no site da Polícia Militar do Paraná.

Recomendar esta página via e-mail: