Notícias

03/05/2018

Sarampo no Estado do Amazonas

Os casos confirmados de sarampo subiram para 22 em Manaus e os casos suspeitos  para 333, segundo o 8º Informe Epidemiológico, divulgado na terça-feira (1°/05), pela Sala de Situação de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Manaus, que monitora o surgimento de casos de sarampo na capital do Estado do Amazonos. Além dos confirmados, 43 foram descartados e 268 seguem em investigação.

De acordo com o informe, a faixa etária estabelecida como prioritária (6 meses até os 5 anos de idade), continua registrando o maior número de casos confirmados da doença: 16 no total. O mesmo se aplica às notificações: das 333 que constam no informe, 221 estão concentrados nessa faixa de idade. A Zona Norte ainda é a área da cidade com o maior número de notificações – 143 casos, o equivalente a 42,94%, seguida pelas zonas Sul, com 87 casos; Leste, com 58; Oeste, com 43 e Rural, com apenas duas notificações.

A Sala de Situação, integrada por representantes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), do Ministério da Saúde (FVS) e da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), tem o objetivo de acompanhar e monitorar em tempo real casos notificados da doença, subsidiando a tomada de decisões da gestão no combate ao sarampo. A identificação precoce de um caso suspeito permite a adoção de medidas preventivas em tempo oportuno.

Entre os dias 14 e 27 de abril a campanha de vacinação contra o sarampo aplicou 124.820 doses da vacina, o que representa 58,94% da meta de crianças entre os 6 meses de idade a 5 anos, 11 meses e 29 dias.

A eliminação do sarampo e da rubéola é um objetivo prioritário com o qual todos os países de diferentes regiões do globo estão firmemente comprometidos e a pedra angular para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável relacionados à saúde.



sintomas sarampo
 

Fonte: Informe CIEVS-PR SE17

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.